Escolha uma Página

Ao contrário do Brasil, nos Estados Unidos o jovem só consegue a sua maioridade ao completar 21 anos.

Isso significa que somente após os 21 anos o jovem pode consumir álcool e frequentar casas noturnas.

Mas o que isso tem a ver com au pairs?

Quando era au pair via algumas meninas chateadas por não poderem frequentar todos os lugares que desejavam. Algumas chegavam a dizer que preferiam ter esperado completar 21 anos antes de embarcar.

Seria esse um fator determinante na escolha do momento ideal para embarcar?

Primeiramente, é bom reforçar que o foco principal do programa Au Pair acaba sendo o trabalho. Ele tomará boa parte do dia e exigirá bastante de você.
Isso não significa que você não terá tempo para se divertir e curtir o seu ano. Para isso servem os fins de semana, que são extremamente úteis para que você descanse, faça amigos, interaja e descontraia – atividades essesnciais para que você tenha uma vida saudável e equilibrada.

O ponto é: independente da idade, as au pairs possuem diversas opções de diversão. Ter menos de 21 anos não significa não se divertir.

Agora vamos a algumas questões que podem passar pela cabeça das futuras au pairs underage:

Todos os clubes noturnos proíbem menores de 21 anos?
Não. Não são todos.
A grande maioria proíbe sim, mas há outros que permitem a entrada de menores de idade.
A única diferença é que os menores de idade recebem uma marca (um “X”) nas mãos, para que os funcionários não vendam bebidas alcoólicas.
Já vi várias casas noturnas brasileiras permitirem a entrada de menores. Você pode até o usar o Google para buscar locais na sua cidade.
No entanto, as casas noturnas/clubes mais famosos costumam não aceitar menores para evitar problemas.

Que horas as casas noturnas fecham?
A grande maioria fecha pontualmente às 2:00 AM.
Quando dá esse horário a  luz acende, a música para e todos vão embora. Muitas vezes há guardas nas imediações do local que agilizam a saída das pessoas. Por tal razão, muitos jovens fazem as “after parties”, que são festas em casa, para que as pessoas se reúnam após o fechamento dos clubes.
Vale destacar que, se a festa for muito alta ou atrapalhe a vizinhança a polícia pode se dirigir até o local.
Em cidades maiores (New York City, Los Angeles, Las Vegas, etc) você acaba encontrando locais que ficam abertos até tarde.

Não poderei ingerir bebiba alcoólica mesmo?
Você perceberá que a lei de fato funciona nos Estados Unidos.
Se você for pega bebendo terá grandes problemas, inclusive se for em uma dessas “after parties” que mencionei acima. Watch out!

Tem gente que falsifica a ID para entrar em clubes?
Tem sim. Inclusive lembro de uma au pair que vendia IDs falsificadas para au pairs menores de idade.
Mas, será que o risco vale a pena?
É super arriscado e se algo der errado a sua permanência no programa pode entrar em jogo.

Posso ir a shows?
Sim, você pode.
A entrada de menores de idade é permitida em shows. Aproveite, pois eles são BEM mais baratos e muitas vezes são feitos em casa super pequenas e você pode ficar pertinho do artista.

O que mais posso fazer?
Você perceberá que há uma quantidade imensa atividades disponíveis.
Em algumas cidades você consegue até uma programação sobre o que está acontecendo na cidade. Assim você fica por dentro de tudo o que pode fazer.
Há cinemas excelentes, teatros, shows, shoppings enormes, museus fantásticos, parques super bem cuidados, palestras, atividades ao ar livre, restaurantes incríveis, etc.
Pesquise na internet tudo que a cidade pode te oferecer e vá conhecer MESMO. Aproveite!

☕ Minha experiência

Embarquei nos EUA com 18 anos e retornei para o Brasil com 20 anos.
Ou seja, fui uma au pair underage full time. rs
Como tenho um perfil mais “caseiro” não tive problemas.
Cheguei a visitar locais que aceitavam menores de idade, ir em uma dessas festas em casa e também ir em shows.
Posso dizer que aproveitei bastante e em nenhum momento me senti “desfavorecida” em termos de divertimento.

💡Dicas

Algumas famílias determinam um “curfew” (horário para chegar em casa) para a au pair e para o carro.
Discuta isso com eles!
Quando estiver no momento de definir o “match” levante essa questão.
Num próximo post falarei sobre curfew.

* Como mencionei no início do post, não se esqueça que o programa exigirá bastante trabalho de você. Apesar de ter o seu tempo pessoal para se divertir, esse não será o foco número 1 do programa.
No entanto, o oposto também é verdadeiro! Não fique tão “bitolada” a ponto de não sair de casa. Aproveite SIM os seus momentos de lazer, pois eles são essenciais para o eu equilíbrio mental e emocional durante o programa. É bastante importante que descontraia e crie laços de amizade nesse período longe da família.